quarta-feira, 23 de novembro de 2011

peça de natal O aniversário do Menino do Céu

Teatro: O aniversário do Menino do Céu

Técnica: Dramatização

Personagens: PC – Palhaço – 3 estrelas – uma senhora – 2 garotos – estrela guia – mãe e filha – menino e moça – Senhor e engraxate a e b – algumas crianças - Narrador.

Adaptação: Retirada da revista família cristã.

Abertura: - música de fundo – PC está sentado em um canto. Entram as estrelas E1, E2 e E3.
Cena 1: - PC fala para as estrelas:

PC: - Ei! Aonde vocês vão?

E1: - Vamos tomar banho de garoa, para aumentar nosso brilho. Está na hora do aniversário do Menino do Céu: Lá. É só festa! Você precisa ver a Estrela-Guia! Ela está maravilhosa e tão feliz!

E2: - Foi ela que anunciou o nascimento do Menino e, agora, todos os anos, reserva seu maior brilho para enfeitar na noite do aniversário, fazendo todo o mundo se lembrar desse acontecimento.

E3: - As nuvens estão branquinhas, para lembrar os carneirinhos que, ficaram esquentando o Menino...

E2: - E o Cometa treina sua corrida para alegrar o Menino no seu aniversário!

E1: - (Para as outras estrelas): Vamos, vamos que a garoa já vai cair!

E1,E2 E3 (para PC): Tchau!

PC: - Tchau!

Cena 2: (Entra a senhora)

Senhora: - Acho que vai chover. Puxa vida! E ainda tenho que ir ao shopping acabar de comprar uns presentinhos! (Desenrola uma lista de presentes.)

PC: - (Aproximando-se da senhora): Presentinhos pro Menino?

Senhora: - Menino? Que menino?

Só tenho filhas! Vou comprar um vestido para cada uma e os sapatos combinando. Uma camisa pro meu marido... No Natal, a gente sempre veste roupa nova. Vou comprar também lembrancinhas pro resto da família...

PC: - E para o Menino?

Senhora: - Mas de que menino você está falando? Eu, heim? No Natal, a gente só dá presentes para os mais chegados e, na minha família, não tem meninos. Já é tarde e estou muito atrasada. Boa noite!

PC: - (Para a platéia): Ela nem sabe de que Menino estou falando...

Cena 3: (A senhora sai de cena e entram os dois garotos e a garota)

Garoto 1: - Eu já pedi uma moto pro velho. Passei de ano, nem peguei recuperação, pô! O velho tem que descolar essa moto!

Garoto 2: - Eu nem posso grilar! Levei p maior pau! O velho tá uma fera... Mas a velha amolece, sabe como é: Natal e coisa e tal! Tô na maior esperança de descolar, pelo menos uma cinquentinha!

Garota: - Vou ganhar um super som! O mais moderno que lançaram neste ano!

PC: - Vocês também estão fazendo aniversário, hoje?
Garota: - (Para os garotos): Eu faço em abril, você em junho e você em agosto, não é?

PC: - E já vão ganhar todos esses presentes?

Garoto 1: São presentes de natal!

PC: - Do aniversário do Menino?

Garoto 1 e 2: Menino, que Menino?

PC: - Do Menino... Ah, deixa pra lá... (desanimado.)

(Os três saem dando os ombros, intrigados com PC.)

PC: - (Indignado): Eles nem sabem quem é o Menino!

Cena 4: - (Entra a Estrela-guia.) Como é linda!

EG: - Estou assim bonita para anunciar o aniversário do Menino do Céu! Para iluminar sua noite! Para que toda a Terra saiba que esta é a noite de luz, do amor... Para que todas as pessoas se lembrem de que o Menino nasceu, trazendo a esperança, a fé e a certeza de vida eterna!

PC: - As pessoas sabem disso?

EG: - Quando o Menino nasceu, algumas pessoas, os pastores e os três magos me entenderam e seguiram. Foram os primeiros a conhecê-lo e os primeiros que o amaram. Depois disso, muitos também o seguiram, acreditaram na sua palavra, descobriram que dele são irmãos e que, por isso, todos os homens são irmãos, mesmo os que ainda não o conhecem. Bem, o papo tá bom, mas já vou indo. Preciso ficar brilhando no meu lugar, pra que todos me vejam e pensem no Menino. (Falando para ele mesmo): Será que eles vão olhar pro céu?

Cena 5: (Entram o menino e a menina, puxados pela mãe. As crianças choram.)

Mãe: (Nervosa): - Parem de chorar! Puxa vida! Trabalhei o dia inteiro, preparando a ceia de Natal e ainda tenho que ouvir esta choradeira! Se continuarem, Papai Noel não traz nadinha pra vocês!

Menina: - Eu quero guaraná!

Menino: - (Chorando): E a minha bicicleta? Você prometeu!

Mãe: - A sua bicicleta, o Papai Noel vai trazer. E pare de falar nisso, que já cansou!

Menino: - Mas eu quero minha bicicleta, agora!

Mãe: - Já falei: Papai Noel detesta menino chorão.

PC: - Por falar em menino, olhem lá pra cima! Lá, no céu! Vejam aquela estrela bonita...

Mãe: - Que bom! Não vai chover. Posso ir sossegada às compras. Vou fazer um banquete e tanto! Você nem imagina... Minha vizinha, que diz ser uma ótima cozinheira, vai babar de inveja só de sentir o cheiro!
(Ela vai apresada, puxando as crianças que continuam fazendo birra.)

PC: - (Triste) Ela nem se lembrou do aniversário do Menino. Nem vendo a Estrela-guia...

Cena 6: - (Entra a moça, carregando uma árvore de Natal.)

PC: - Psiu! Olhe a Estrela-guia! Viu que linda?

Moça: - Que bom você falar em estrela! Sabe que tinha me esquecido de comprar uma para colocar na ponta de minha árvore? Você é um amor! Vou correndo comprar uma estrela bem grande, bem brilhante! Minha casa vai ficar linda, linda!

(A moça sai apressada, esbarrando no senhor que está entrando.)

Senhor: - (Para a moça): Você tem hora certa?

Moça: - Estou sem relógio. Desculpe! (Vai saindo)

Senhor: (Para PC): Meu carro quebrou e não passa um bendito táxi! Tenho um compromisso muito importante (Olha para o céu)

Senhor: - Não. Não vou a nenhum aniversário. Vou passar o natal com alguns empresários estrangeiros.
Altos contatos! Dólares! (Rindo) Meu Natal vai ser bem gordo! Táxi! (Ele sai correndo do palco.)

PC: - (Bravo): Mas será possível que ninguém se lembra do Menino?

Cena 7: (Entram dois engraxates que se deitam num canto do palco e ficam olhando para o alto.)

EA: - Zé, viu a Estrela-guia? Viu como ele brilha? É Natal, o aniversário do Menino Jesus! Vamos fazer uma festa?

EB: - Vamos! Vou chamar a turma! (Levanta-se e assobia.)

(Entram algumas crianças e formam um semicírculo virado para a platéia.)

EA: - (Em pé, de frente para o público): É Natal! A gente não recebe presentes nesta noite nem temos Papai Noel, mas a Estrela brilha no céu pra todos nós, as flores enfeitam os jardins e o sereno faz de todas as árvores as verdadeiras árvores de Natal!

O Menino está aqui com a gente, fazendo uma festa em nosso coração! O aniversário é dele e a festa é nossa, das estrelas, das flores...

CENA 8: - (As estrelas se aproximam. A cena fica muito clara, muito iluminada. Entram os personagens que contracenaram com o personagem central.)

Moça: - Gente, o mundo está tão escuro...

Mãe: - Minha casa está completamente sem luz e o céu não tem nenhuma estrela...

Senhora: Mas... Olhem! Estão todas aqui!

(Entram os garotos, a garota e o senhor.)

Senhor: - Viemos seguindo a luz. O que está acontecendo? Por que só aqui há luz?

PC: - Aqui é a verdadeira festa de Natal, onde vamos lembrar e agradecer o nascimento do Menino Jesus! Ele nos espera, para que conheçamos o verdadeiro amor e a verdadeira felicidade! Ele nos fez irmãos, para ajudarmos uns aos outros e para construirmos, juntos, um mundo de paz e compreensão!

EA: - Podem chegar e participar! A festa é pra todos nós! Todo dia é dia de Natal!

EB: - (Para a platéia): Todos os dias, a Estrela brilha em nosso coração, guiando-nos e lembrando-nos de que o Menino renasce sempre. Vamos oferecer a ele nossa alegria, a simplicidade, a pureza de nosso coração e o nosso canto de paz!

(Todos, dando-se as mãos, cantam Noite Feliz!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário